Seja bem-vindo(a), aqui você pode fazer perguntas e receber respostas de outras pessoas da internet.
0 votos positivos 0 votos negativos
119 visitas
Ou vc acredita que o caminho não deve ser a proibição, mas a conscientização? Vc é daqueles que é contra a qualquer tipo de imposição?
perguntado por (2,2K pontos)

2 Respostas

0 votos positivos 0 votos negativos
Na definição do Direito, lei é a afirmação da vontade popular, e fruto da cultura de que provém. Proibição é polêmica por interferir no costume das pessoas, e é mais fácil romper um cabo de aço que um costume.

Acredito que o melhor caminho é a conscientização, sem dúvida, mas é também o caminho menos eficiente. É muito exigir que as pessoas busquem/aceitem informação e as assimilem, acaba sendo uma espécie de imposição também.

Minha opinião pessoal é que a proibição para entretenimentos deve existir sim, acredito que é mais fácil para as pessoas aceitar abdicar de um costume não-relacionado com sua alimentação.
respondida por (2,4K pontos)
Vc aceita imposição para entretenimento porque é mais facil que alimentação?

E se alimentação fosse mais facil de abdicar do que entretenimento, vc seria a favor de impor para a alimentação e não para entretenimento?
Sim e sim.

E quem acha que toda proibição é ruim é também contra criminalizar o homicídio e prefere promover a conscientização sobre os direitos alheios?

Este é um extremo que uso para mostrar que, na nossa sociedade atual, é preciso proibir o que é errado (e errado segundo a própria sociedade em maioria). Porém, proibir algo evidentemente popular é inútil (como chamar a maconha de droga ilícita). Existem, contudo, muitos assuntos sobre os quais não há consenso (não estão num extremo nem noutro), então cabe ao legislador (e à população que o respalda) promover a educação coercitiva de trás para frente, proibindo primeiro para gerar consciência depois. Historicamente muitos dos que chamamos hoje de Direitos Humanos foram conquistados assim.
Vc ainda não respondeu minha segunda pergunta.
0 votos positivos 0 votos negativos
Sou a favor!
Vou dar um exemplo: é mais fácil um projeto de lei que proíbe testes em animais para cosméticos ser aprovado do que um projeto de lei que proíba testes em animais para medicamentos.
Da mesma forma é mais fácil proibir uma tourada, porque de alguma forma as pessoas aceitam com mais facilidade que a tourada é algo desnecessário. Já proibir o consumo de carne de boi (lembre-se, isso é apenas um exemplo) é extremamente difícil pois as pessoas pensam que não tem como ficar sem, que é extremamente necessário.
Quando a sociedade tiver consciência de que as touradas não são necessárias e muito menos temos o direito de explorar o animal dessa forma não será preciso proibir a tourada, ela simplesmente não será feita.
Da mesma forma quando as pessoas tiverem consciência de que não é necessário comer carne e muito menos temos o direito de explorar o animal dessa forma, não será preciso proibir o consumo, ele simplesmente não existirá.
Sim, sei que isso é um sonho, uma utopia, um sei-lá-o-que. Mas não deixarei de lutar.
respondida por (1,9K pontos)

Perguntas relacionadas

0 votos positivos 0 votos negativos
3 respostas 48 visitas
48 visitas perguntado 11 Fev, 2014 por animadruga (2,2K pontos)
0 votos positivos 0 votos negativos
5 respostas 58 visitas
0 votos positivos 0 votos negativos
1 resposta 50 visitas
2 votos positivos 0 votos negativos
1 resposta 728 visitas
0 votos positivos 0 votos negativos
1 resposta 171 visitas
...